Tuberculose: doença tem cura e tratamento gratuito garantido pelo SUS - Ecoo

Tuberculose: doença tem cura e tratamento gratuito garantido pelo SUS

0 6

Diagnóstico e tratamento precoce da doença reduz a possibilidade de transmissão

O Dia Nacional de Combate à Tuberculose, em 17 de novembro, tem como objetivo sensibilizar a população sobre a doença e alertar para a importância do tratamento precoce. De acordo com estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS), um terço da população mundial está infectada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis, agente causador da doença.

Apesar de ser uma bactéria predominantemente pulmonar, o bacilo pode alocar-se nos ossos, rins, membranas do cérebro, medula espinhal ou em qualquer outra parte do corpo humano.

Contraída através das vias aéreas, é possível desenvolver a infecção em até dois anos após o contato com o agente infeccioso. “Tosse persistente, perda de peso, febre vespertina, cansaço e suor noturno são os principais sintomas da doença”, explica João Paulo Freitas, enfermeiro supervisor da Equipe de Vigilância em Saúde do Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim” (CEJAM).

O diagnóstico é realizado através de um exame de escarro que detecta a presença do bacilo causador da doença. O tratamento é realizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS), desde as tomadas de medicação até a realização de exames de controle que confirmem a cura.

O contato direto com o paciente em ambiente fechado, com pouca ventilação e luminosidade, aumentam o risco de transmissão. Com diagnóstico precoce e início imediato no tratamento, é possível reduzir o tempo de contaminação. “O paciente inicia com a medicação regular e, geralmente, em até 20 dias não está mais transmitindo a tuberculose. Mas é fundamental concluir o tratamento que dura seis meses”, explica o enfermeiro.

Atualmente, as 30 Unidades Básicas de Saúde (UBS) administradas pelo CEJAM, no Jardim Ângela e Capão Redondo, estão tratando 184 casos, sendo 64% pulmonares. Todos os serviços de saúde realizam busca ativa de pacientes sintomáticos respiratórios a fim de realizar o diagnóstico e iniciar o tratamento, o mais rápido possível, para obter o melhor resultado.

Sobre o CEJAM

O Centro de Estudos e Pesquisas “Dr. João Amorim” (CEJAM) é uma entidade filantrópica e sem fins lucrativos. Fundada em 1991, a instituição atua em parceria com prefeituras locais, nas regiões onde atua, ou com o Governo do Estado, no gerenciamento de serviços e programas de saúde nos municípios de São Paulo, Rio de Janeiro, Mogi das Cruzes, Itu, Osasco, Embu das Artes, Cajamar, Campinas, Carapicuíba, Franco da Rocha, Guarulhos, Santos e Francisco Morato.

Com a missão de ser instrumento transformador da vida das pessoas por meio de ações de promoção, prevenção e assistência à saúde, o CEJAM é considerado uma Instituição de excelência no apoio ao Sistema Único de Saúde (SUS). O seu nome é uma homenagem ao Dr. João Amorim, médico obstetra e um dos fundadores da entidade. (#Envolverde)



Fonte

Deixar uma resposta