Surto de sarampo coloca autoridades sanitárias do Rio em alerta - Ecoo

Surto de sarampo coloca autoridades sanitárias do Rio em alerta

0 8

O Rio de Janeiro entrou em estado de alerta nesta quinta-feira, 1º,  por conta do surto de sarampo no estado vizinho de São Paulo. A ação, que é preventiva e recomendada pelo Ministério da Saúde, tem por finalidade reforçar a necessidade da prevenção com a vacina, disponível nos postos municipais. A indicação é que crianças a partir de 1 ano e adultos até 49 anos que não se vacinaram procurem os postos municipais.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba. Há contraindicação para gestantes e imunodeprimidos, como pessoas submetidas a tratamento de leucemia e pacientes oncológicos.

três frascos de vacina contra sarampo

Crédito: Marcelo Camargo/Agência Brasil  A vacina tríplice viral protege contra sarampo, rubéola e caxumba

Além do reforço da vacinação em postos de saúde, a medida divulgada pela Secretaria Estadual de Saúde informa a população sobre a doença e como prevenir a contaminação. Para isso, estão sendo distribuídos panfletos com mais detalhes em terminais de transporte público e aeroportos do estado.

Em São Paulo, o balanço da Secretaria de Estadual de Saúde, divulgado no último dia 30, apontou 633 casos de sarampo no estado, sendo 484 notificações só na capital.

Sarampo no Rio

O Rio de Janeiro registrou, neste ano, 13 casos da doença. No ano passado, o estado conseguiu atingir uma cobertura vacinal de 95% da população-alvo que inclui pessoas de um ano até 49 anos de idade.

“Para aqueles que têm dúvida se receberam ou não a dose, a indicação é pela imunização”, explicou o médico Alexandre Chieppe, da Secretaria Estadual de Saúde.

Caso tenha viajado ou teve contato com pessoas com sintomas da doença, a Secretaria de Estado da Saúde recomenda que procure uma unidade de saúde mais próxima.

O sarampo é uma doença grave e aguda, extremamente contagiosa, que passa com facilidade de uma pessoa para outra por meio da fala, tosse e espirro. A vacina é a única forma de prevenção da doença e está disponível o ano todo nas unidades de saúde.

Sintomas

bebê com sarampo no colo de médica

Crédito: andriano_cz/istockUma pessoa infectada com o sarampo começa a transmitir o vírus cerca de cinco dias antes de aparecer as manchas vermelhas

As complicações do sarampo são graves e podem levar à morte. Entre os principais sintomas estão: mal-estar geral, febre, tosse e coriza. A doença também provoca conjuntivite e se caracteriza por apresentar manchas vermelhas que aparecem no rosto e se espalham por todo o corpo.

Cerca de 10% das pessoas infectadas, principalmente as crianças, ainda podem desenvolver complicações, como otite e pneumonia. Também pode haver complicações neurológicas, como encefalite (inchaço do cérebro).



Fonte

Deixar uma resposta