São Paulo amplia público-alvo da vacinação contra sarampo - Ecoo

São Paulo amplia público-alvo da vacinação contra sarampo

0 13

A Prefeitura de São Paulo ampliou o público-alvo da atual campanha de vacinação contra o sarampo. A partir de agora, bebês com idade entre seis meses e um ano também devem ser imunizados. Até então, o foco da campanha na capital paulista era pessoas com idade de 15 a 29 anos.

A medida visa conter o avanço da doença na cidade que vive um surto, com 363 casos até o último balanço divulgado na sexta-feira, 19.

bebê com sarampo no colo de médica

Crédito: andriano_cz/istock Bebês de 6 meses a 1 ano também são alvo da campanha de vacinação contra sarampo na cidade de São Paulo

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS), a vacina tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) só não deve ser aplicada nas crianças dessa faixa etária que tiverem recebido a imunização em uma das mais de mil ações de bloqueio.

“É importante ressaltar que esta dose administrada na campanha ou no bloqueio não substitui a vacina prevista no calendário nacional de vacinação que estabelece que a imunização contra o sarampo deve acontecer em duas etapas: a dose da tríplice viral é aplicada aos 12 meses de idade e a tetra viral, que inclui varicela/catapora, precisa ser administrada aos 15 meses de idade. A vacinação de rotina deve ser mantida com intervalo mínimo de 30 dias entre elas”, informa a secretaria municipal.

A campanha segue intensificando a vacinação em pessoas de 15 a 29 anos de idade de forma indiscriminada (independentemente da situação vacinal) em todo o estado. As pessoas destas duas faixas etárias não precisam apresentar o cartão do SUS para receber a dose da vacina nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) ou postos volantes. Portanto, mesmo quem não tenha mais a carteira e esteja nessa faixa etária deve tomar a vacina.

Veja abaixo como ficou o esquema de vacinação contra o sarampo, na cidade de São Paulo:

1. Campanha contra o Sarampo

• Jovens de 15 a 29 anos: todos devem ser vacinados independentemente de terem tomado a vacina anteriormente;
• Crianças entre seis meses e um ano de idade: também devem ser vacinadas;
Obs: para a campanha de vacinação não é necessário apresentação do cartão SUS e documentos.

2. Rotina do calendário de vacinação

• Crianças com 1 ano: devem tomar a 1ª dose regular (Se tiver vacinado em bloqueio ou campanha devem observar intervalo de um mês);
• Crianças de 15 meses: devem tomar a 2ª dose regular;
• Crianças de 1 a 4 anos atualizar a caderneta de vacinação;
• População de 1 ano a 14 anos deve ter tomado duas doses de vacina;
• Adultos de 30 a 59 anos: deve ter tomado uma dose.

Onde se vacinar?

Unidades Básicas de Saúde (UBS) do município e postos da campanha, como escolas e estações de metrô.



Fonte

Deixar uma resposta