Portal Ecoera - Em Paris, livros são impressos na hora - Ecoo

Portal Ecoera – Em Paris, livros são impressos na hora

0 23

Enquanto toma um café, cliente espera a impressão da obra escolhida.

Na livraria Libraire des Puf, operada pela editora Presses Universitaires de France, enquanto se toma um café, um livro é impresso. A loja trocou os corredores repletos de publicações por um espaço de menos de 80m2, no centro de Paris.

Os 5 mil títulos da livraria, que também é editora, podem ser acessados em um tablet na própria loja ou pela Internet, e assim que o cliente faz sua escolha, o livro é impresso em um tempo médio de 4 minutos.

Além dessas 5 mil obras, 3 milhões estão disponíveis em diversas línguas, incluindo português, devido à parceria com a fabricante norte-americana da máquina de imprimir livros On Demand Books, que significa em português, Livros sob demanda. A máquina, que leva o nome de Espresso Book Machine, uma alusão ao tipo de café, puxa o PDF original do volume, imprime, cola e encapa o título com uma qualidade excelente.

Gabriel Brust / RFI

O novo modelo de negócio foi uma mudança radical para a loja que havia sido inaugurada em 1921. Por muito tempo, ela foi símbolo cultural e acadêmico no centro de Paris, num local próximo a um ponto de encontro de estudantes e da intelectualidade francesa. Mas a queda nos lucros, a concorrência com os sites de comércio eletrônico e a alta dos alugueis levaram ao fechamento da loja, que deixou seus clientes órfãos durante 10 anos.

O novo modelo de negócio chamado de on demand, que quer dizer sob demanda, permitiu que a livraria reabrisse e, sem precisar ter estoque para armazenar, pôde não só voltar para o bairro de Paris onde estava antes de fechar como teve os custos reduzidos.

A reabertura da Librairie des Puf foi possível também graças ao benefício de um programa municipal que oferece aluguel de espaços no bairro parisiense de Quartier Latin a preços abaixo do valor de mercado para empresas consideradas culturalmente significativas. E o preço do volume impresso é o mesmo de uma livraria tradicional também por conta da legislação francesa.

Do ponto de vista dos negócios, a economia é evidente, pois a loja pode oferecer o número de títulos que tiver condições de disponibilizar ao leitor, sem se preocupar com o estoque.

A RFI Brasil fez um video por lá!

 

 

Fonte

Deixar uma resposta