Janeiro é prazo realista para vacinação em massa, diz Dimas Covas - Ecoo

Janeiro é prazo realista para vacinação em massa, diz Dimas Covas

0 5
(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({ google_ad_client: "ca-pub-8192361229001083", enable_page_level_ads: true });

O diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, que está à frente dos testes com a vacina chinesa CoronaVac, se disse otimista com relação aos prazos. Em entrevista à GloboNews, ele afirmou acreditar que a vacinação em massa estará disponível em janeiro.

“Em dezembro, já teremos disponíveis 45 milhões de doses e para janeiro, fevereiro, teremos mais 15 milhões, totalizando 60 milhões até o começo do próximo ano”, comentou.

dimas covas

Crédito: Reprodução/GlobonewsVacinação em massa deve começar em janeiro, segundo Dimas Covas

Covas lembrou que o programa de vacinação é competência do Ministério da Saúde e que é ele quem determina os cronogramas. “Eu tenho muito otimismo e janeiro é um prazo bem realista para começarmos a vacinação em massa. Acho que todas as autoridades envolvidas estão comprometidas com isso”, completou.

Vacina em testes

A CoronaVac está na última e mais decisiva fase de testes. Ao todo, 9 mil voluntários estão participando da fase atual e sendo acompanhados diariamente. Os resultados dessas análises são esperados para outubro.

vacina coronavac

Crédito: Divulgação/Instituto ButantanCoronavac está em testes em 9 mil voluntários

Depois disso, se a vacina provar eficácia e segurança, será submetida à aprovação regulatória e à produção em larga escala no próprio Instituto Butantan.

Apesar do otimismo, até que se inicie a vacinação, é necessário a população continuar respeitando medidas de prevenção e distanciamento social.


Fonte

Deixar uma resposta