Bureau Veritas gerencia a ampliação da sede administrativa do Mosaico de Unidades de Conservação na Juréia de Itatins - Ecoo

Bureau Veritas gerencia a ampliação da sede administrativa do Mosaico de Unidades de Conservação na Juréia de Itatins

0 7

POR – DIX / NEO MONDO

 

Com expertise em projetos ambientais, Grupo fiscaliza desenvolvimento das obras e implementação de melhores práticas no empreendimento

O Grupo Bureau Veritas, líder mundial em Teste, Inspeção e Certificação (TIC), assume o gerenciamento e a fiscalização da reforma de ampliação da sede administrativa do Mosaico de Unidades de Conservação na Juréia de Itatins (MUCJI). O empreendimento reúne as equipes de gestão da instituição gerida pela Fundação para a Conservação e a Produção Florestal de São Paulo (Fundação Florestal). O objetivo do novo espaço é oferecer mais segurança e conforto para colaboradores e pesquisadores que atuam na reserva, utilizando recursos que têm como base a eficiência energética e a sustentabilidade.

 

“Produzimos o documento Diretrizes de Canteiro de Baixo Impacto, que apresentou diretrizes para que a construtora buscasse a implementação de práticas menos impactantes ao meio ambiente durante a execução da obra, como por exemplo cuidados com a destinação final dos resíduos da construção, verificação e controle do nível da emissão de ‘fumaça preta’ dos equipamentos a diesel e orientações quanto à logística reversa do refugo da madeira laminada utilizada (controle do CCA)”, explica Luiz Buff, vice-presidente da Divisão de Construção & Infraestrutura do Bureau Veritas.

 

O Bureau Veritas é responsável pela elaboração de relatórios de qualidade, avaliações sobre os critérios de fornecedores e equipes e fiscalização do cumprimento de requisitos técnicos da obra. Etapas que possibilitam a conclusão do empreendimento, respeitando os parâmetros de prazo, custo e escopo estabelecido pelos órgãos financiadores.

 

Com forte expertise em projetos ambientais, o Grupo Bureau Veritas tem outras parcerias com a Fundação Florestal. Além da ampliação da MUCJI, no litoral paulista, a empresa foi responsável pelo gerenciamento de obras para adequação e perenização de serviço da Estação Ecológica Jureia Itatins – Estrada Despraiada e da construção e término de edificação do Parque Ecológico da Serra do Mar, em Caraguatatuba

 

Parque Ecológico da Serra do Mar – Caraguatatuba – Foto/Divulgação

Fonte

Deixar uma resposta