2 bebês morrem com sarampo em SP; doença já causou 3 mortes no estado - Ecoo

2 bebês morrem com sarampo em SP; doença já causou 3 mortes no estado

0 6

homem tomando vacina no braço

Crédito: Tomaz Silva/Agência BrasilSão Paulo registra maior surto de sarampo desde 1997

Em meio ao surto de sarampo que atinge o estado de São Paulo, a Secretaria Estadual da Saúde anunciou na noite da última sexta-feira, 30, mais duas mortes causadas pela doença. Com os novos registros, já são três óbitos desde 1997.

Prestes a receber a doze zero_para bebês de 6 a 11 meses, a vítima de nove meses foi infectada antes da vacina. Ambos tiveram pneumonia, complicação comum causada pelo sarampo. Segundo informações dos familiares, os primeiros sintomas foram diagnosticados em julho. As mortes ocorreram na primeira semana de agosto.

Na última quarta-feira, 28, a Secretaria Estadual da Saúde anunciou mais uma morte provocada pelo sarampo na cidade e no estado de São Paulo desde o início do surto da doença neste ano.

A vítima é um homem de 42 anos, sem registro de imunização. Além disso, o homem não possuía o baço, órgão que também é responsável por reproduzir e armazenar células de defesa do corpo.

Prevenção

A falta de informação em meio ao surto da doença também contribui para o cenário de preocupação. Por isso, atente-se às informações (com informações do G1):

  • Todos que fazem parte do público-alvo da campanha devem se imunizar, independentemente de já terem tomado as duas doses da vacina anteriormente.
  • Indivíduos de 12 meses a 29 anos de idade: 2 doses de tríplice viral com intervalo mínimo de 30 dias entre elas;
  • Indivíduos de 30 a 49 anos de idade não vacinados: 1 dose de tríplice viral;
  • Profissionais de saúde não vacinados: 2 doses com a vacina tríplice viral independente da idade, com intervalo mínimo de 30 dias entre elas.
  • Ainda é indicada a vacinação de crianças de 6 meses a menores de 1 ano que vão se deslocar para municípios que apresentam surto ativo de sarampo. A imunização deve ser feita pelo menos 15 dias antes da viagem.



Fonte

Deixar uma resposta